quinta-feira, 25 de setembro de 2014

ENTREVISTA DO REV. PE. ERNESTO CARDOZO - A NOVA CASA DA RESISTÊNCIA NO BRASIL

Fonte: Pales

Publicamos uma entrevista que o Rev. Pe. Ernesto Cardozo concedeu ao sr. Elton Dëhr. Os links são nossos.  


* * *

Aos fiéis da Missão Cristo Rei de Ipatinga nossos parabéns e votos de continuar frutificando e ampliando o acesso à Missa Tridentina a todos quantos a desejam.  

Ao Rev. Padre Cardozo nossa gratidão e orações, para continuar combatendo o bom combate.  


Nova Casa da Resistência em Minas Gerais

A nova casa
clique para ampliar

Setembro 2014

Visitamos o Padre Cardozo em sua nova residência, na cidade de Ipatinga, MG. Viajamos até lá, e ele nos ofereceu alguns minutos para nos contar sobre as novidades da Resistência no Brasil e América do Sul.

Pergunta – Estimado Padre, soubemos de sua mudança para a nova casa e quisemos reencontrá-lo pessoalmente, visto que o seguimos através das notícias que nos chegam pelos diferentes blogs católicos. Soubemos das consagrações realizadas nas distintas Missões, o que mais pode nos dizer?

Resposta – Quisemos dar cumprimento, no que nos cabe, à mensagem de Fátima, e colocar debaixo da proteção e cuidado do Imaculado Coração de Maria todas as nossas Missões, desde a Terra do Fogo até o México. É interessante ver os frutos que já está dando, seja no fervor dos fiéis, seja nas novas almas que o bom Deus nos envia, nas novas vocações que se anunciam e, também, na proteção manifesta com que nos brinda.

Pergunta – Todas já foram consagradas?
Resposta – As Missões de México, Colômbia e Brasil (IpatingaPouso Alegre, Guaranésia, São Sebastião do Paraíso e São Gonçalo do ParáSão Paulo e Betimaqui a fórmula da consagração em uma impressão bonita para exibir na sala da casa), sim. Ainda faltam as da Argentina, que serão feitas em novembro e dezembro.

Pergunta – A que se deve o prazer de tê-lo mais próximo, no Estado de Minas Gerais?

Resposta – Eu passava parte do mês no Mosteiro de Santa Cruz, o que era muito bom para mim pessoalmente, mas percebi que isso, por outro lado, me fazia gastar mais tempo viajando, e os fiéis das missões de Minas, conforme estas cresciam, requeriam uma maior dedicação, motivo por que, depois de agradecer a hospitalidade com que me distinguiram os queridos monges de Santa Cruz, decidi aceitar o oferecimento que me fizeram os fiéis da Missão Cristo Rei, de Ipatinga, de emprestar-me esta casa.

Pergunta – Não terá “saudades” do mosteiro?

Resposta – Certamente que sim! Mas continuarei a visitando-os a cada 3 ou 4 meses. Ademais, estarão lá os jovens que se preparam para ir ao Seminário da Resistência na França. Eu tenho uma grande dívida de gratidão para com Dom Tomás e os monges. Quando tive que deixar o Priorado de São Paulo, por causa da apostasia de meus superiores, me vi formalmente na rua. Foram eles que tiveram a caridade de me receber e me apoiar nestes dois anos que passei com eles. Ontem, terminei de pregar um retiro com a alegria, também, de ver a tomada de hábito de um aspirante; uma cerimônia linda, simples, mas cheia de simbolismo: a renúncia ao mundo, a lavagem dos pés... Não deixa de surpreender ver como o Brasil continua dando jovens vocações à Tradição, Deo Gratias!

Pergunta – Seus planos para os próximos meses?

Resposta – No fim do mês, eu devo estar no México. O Pe. Trincado tira suas merecidas férias no Chile, seu País, e quiçá possa estar no Brasil para a ordenação como diácono de um dos monges de Santa Cruz, na Festa de Cristo Rei, a qual será realizada na nova capela que em breve o Pe. Fernando terminará em Goiás. Em novembro, temos que pregar um retiro na Missão São Miguel de Tucuman - Argentina, e visitar as Missões de Terra do Fogo, Buenos Aires e Jujuy. Devo estar de volta ao Brasil para as festas de fim de ano...

Pergunta – E em 2015?

Resposta – O pré-seminário continua, desejamos implementar a Cruzada Eucarística nas Missões e expandir o Apostolado da Oração; estão previstas visitas a Recife e Salvador em janeiro; teremos a edição (*) de Catecismos e outros livros de apologética, de História Sagrada. Insistimos com os pais de família que deem o maior apoio possível às escolas católicas, seja doMosteiro em Nova Friburgo, como a de Anápolis. O ataque satânico que sofrem nossas crianças não deve deixar de nos preocupar seriamente e de fazermos todo o possível para dar uma formação solidamente católica aos que hão de herdar a nossa Fé. É preciso perseverar na recitação diária do Rosário e na leitura do Catecismo de São Pio X, ou de outro anterior ao nefando Concílio Vaticano II; são as duas grandes armas que temos neste combate espiritual.

Deixamo-lo ir, pessoas o esperam para confessar-se. O Padre nos abençoa, e o vemos sentar-se para confessar: penitentes de joelhos, mulheres com véus, mãos desgranando rosários, respeito na capela; imagens cada vez mais infrequentes nos tempos que correm. Mas, graças a Deus, hoje, pudemos vê-las.

Elton Dëhr   



Original em espanhol, com uma nota interessante e pontual. 
Tradução do espanhol: Giulia d'Amore.  
(*) - Os livros poderão ser adquiridos na Edições Cristo Rei e em algumas missões. 



Algumas fotos 
(clique nelas para ampliar):


Ao final do retiro

Consagração da Missão São José, em Pouso Alegre

Consagração da Missão Cristo Rei, em São Paulo

Irmão João da Cruz com seus familiares

Maurício, já Irmão João da Cruz
Padre Fernando, de Anápolis



Entrada do Convento


Interior da Igreja do Santo Rosário

Igreja do Santo Rosário




Ajude o apostolado do Rev. Pe. Cardozo, adquirindo alguns dos itens do Edições Cristo Rei, encomendando Missas (consulte a espórtula diretamente com o rev. Padre), ou fazendo uma doação aqui: