quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Fotos recentes da Capela Cristo Rei.




Prezados,

Diz muito bem o ditado: "Os cães ladram mas a caravana passa".

Queremos terminar este 2014 compartilhando algumas fotos de nossa capela. O Objetivo
é mostrar os frutos da Providência Divina e agradecer a Deus por vagarosamente estarmos
conseguindo o nosso objetivo: ter um Capela digna e agradável.



Parte Externa da Capela: 



Tomadas no estilo colonial: 



Santo Presépio: 


Grande Rodrigo, irmão de combate, trabalhando na última semana: 



Marcos Salomão pintando parte externa:


Andaimes montados para pintar parte externa: 


Luminária


Sino na porta da sacristia: 


Sacristia:  


Parte externa com quadro da Sagrada Face e quadro de aviso: 


Parte externa com fotos de São Pio X e Mons. Lefebvre; plantas:


Santo Presépio e quadro de Cristo Rei. 


Santa Missa no início desta semana: 



Faltam muitas coisas para concluirmos este pio empreendimento, no entanto felizmente avançamos bem. Por isso demos graças a Deus por este 2014.

O próximo passo é colocar bancos na Capela. Caso o leitor queira colaborar, por favor, envie um e-mail para associacaosantoatanasio@gmail.com e manifeste sua vontade. Responderemos o e-mail informando os devidos procedimentos. . 


Obrigado, amigos e irmãos!

FELIZ ANO ANO NOVO! 


De Pale Ideas: O BISPO DE IPATINGA PERSEGUE AOS CATÓLICOS DA RESISTÊNCIA

Ipatinga, MG, pertence à Diocese de Itabira-Coronel Fabriciano, cujo bispo é o Dom Marco Aurélio Gubiotti, que, a título de confundir os fiéis de sua Diocese, resolveu, à moda de uns dois ou três bispos italianos, escrever um comunicado ao clero e ao "povo de Deus" da diocese para alertá-los sobre os "excomungados" de Ipatinga.  


Dom Marco Aurélio Gubiotti

Logo abaixo o comunicado dele, a seguir a resposta do Reverendo Padre Cardozo e um nosso breve comentário. Em língua espanhola aqui: http://nonpossumus-vcr.blogspot.mx/2014/12/el-obispo-de-ipatinga-brasil-persigue.html




clique para ampliar e ler melhor

RESPOSTA DO REVERENDO PADRE CARDOZO: 


Ipatinga 30 dez. 2014

“Não julgueis que vim trazer a paz à Terra. Não vim trazer a paz, mas a espada.” São Mateus X,34.

Ao Sr. Marco A. Bispo Ao Gubiotti

Ciente de uma carta pastoral lida nas paróquias de sua diocese, me permito responder agora à mesma, que padece de vários erros que, seja de formação, seja de informação, não o escusam, dado o cargo que o senhor detém. É verdade o que diz sobre o Concílio Vaticano II e que este mudou a atitude da Igreja, acerca da liturgia e da pastoral, mas esqueceu que tal mudança afetou a própria doutrina, inoculando nela os erros MODERNISTAS do ecumenismo, da liberdade religiosa, da colegialidade, contradizendo o Magistério da Igreja e seus próprios fundamentos: a Sagrada Escritura e a Tradição. Outro erro é o de “dogmatizar” a tal Concílio, quando tanto o Papa João XXIII quanto o Papa Paulo VI insistiram que era apenas PASTORAL, portanto, qualquer católico poderia ou não segui-lo, sem que isso afetasse sua união com a Igreja. Pretender impô-lo como um dogma a mais é um abuso, máxime quando obedecê-lo põe em risco o tesouro da FÉ.

Isto no que diz respeito à sua formação.

Sobre sua “in-formação”, quero lhe esclarecer que não temos nada a ver com a atual liderança da Fraternidade São Pio X, visto que, ao contrário dela, seguimos o exemplo daquele que fora o seu Fundador, Monsenhor (não “cardeal”, como o designa) Marcel Lefebvre, o valente bispo que teve a singular honra de ser invalidamente “excomungado” por um excomungado e, também, por ser fiel ao Magistério da Igreja de sempre, que nada tem a ver com a Igreja “pós-Conciliar”, como vocês mesmos se auto-intitulam. Igreja nova surgida a partir da “dogmatização” do CV II, como dissemos antes.

As almas que integram a Associação Santo Atanásio e a Missão Cristo Rei são simplesmente Católicos “que não quiseram mudar sua atitude de Católicos” (como testifica sua carta). Eles querem continuar sendo Católicos, por isso pedem uma Missa Católica, e não a ecumenista e dessacralizada, como os senhores lhes oferecem. Eles pedem os sacramentos, como, por exemplo, a confissão, que não poucas vezes os senhores lhes negam; pedem a doutrina imutável e UNA da Igreja e não os ensinamentos particulares de cada sacerdote, os quais negam abertamente dogmas da FÉ, tais como a existência do inferno e do demônio; a necessidade do batismo para se salvar; a presença Real e substancial de Nosso Senhor na Eucaristia; o valor sacrifical e propiciatório da Santa Missa, e não rebaixando a mesma a uma mera festa ou ceia, onde a sacralidade brilha por sua ausência... E isso sem tocar no plano moral de seus pastores que, como o senhor bem sabe, é mais do que degradante. No final de sua missiva, pede que não se participe de nossos atos de culto, pois quem o fizesse estaria fora da Igreja. Que estranho ecumenismo é o vosso?... Quando os senhores, inclusive o próprio Papa Francisco, participam de cultos com falsas religiões, será que ainda continuam participando da Igreja Católica?

Por todas estas razões, nós, de nossa parte, continuaremos sendo Católicos, enquanto os senhores continuem “mudando sua atitude de católicos (???)”... O que é uma contradição, porque, se temos um Deus, Uno e Trino, que não muda, como nós podemos mudar (???) e continuar sendo Católicos?!!... Será que os senhores têm outro deus? ... “O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não passarão” (Mc 13-31).

Para terminar, e confiando em sua honestidade e justiça, reclamamos para nós o direito de resposta, e, visto que sua missiva foi lida em todas as paróquias de sua diocese, pedimos que esta seja lida igualmente em todas elas (art. 208 Cod. Penal), para formação e informação de seus fiéis. O mesmo faremos nós, em nossos meios de comunicação nacionais e no exterior. Sua carta será também publicada como um exemplo a mais de mudança “católica”.

Atte. em Cristo Rei e Maria Rainha.

Ernesto P. J.J. Cardozo

Encarregado da Missão Católica Cristo Rei de Ipatinga – MG, Brasil
 
Todo católico tem a obrigação de dizer e defender a verdade. O e-mail do Bispo é este:dmagubiotti@yahoo.com.br. Eu já escrevi a minha resposta, para esclarecê-lo, por dever de caridade e de justiça. Publicarei em breve. O endereço para enviar cartas está no pé do comunicado dele, acima. Não se acanhem! 

Se nos calarmos, se calarmos A VERDADE, os demais bispos modernistas irão espalhar suas mentiras sobre Monsenhor Lefebvre e sua obra por todo o Brasil. 
   


Contatos das autoridades eclesiásticas superiores

de Dom Marco Aurélio Gubiotti: 



NUNCIATURA APOSTÓLICA

Excelência Reverendíssima Dom Giovanni D’Aniello, Núncio Apostólico
Av. das Nações, Quadra 801 Lt. 01/ CEP 70401-900 Brasília – DF
Cx. Postal 0153 Cep 70359-916 Brasília – DF
Fones: (61) 3223 – 0794 ou 3223-0916
Fax: (61) 3224 – 9365
E-mail: nunapost@solar.com.br

SECRETARIA DE ESTADO DA SANTA SÉ:

Eminência Reverendíssima Dom Pietro Parolin
Palazzo Apostolico Vaticano
00120 Città Del Vaticano – ROMA
Tel. 06.6988-3438 Fax: 06.6988-5088
1ª Seção Tel. 06.6988-3014
2ª Seção Tel. 06.6988-5364
e-mail: vati026@relstat-segstat.vavati023@genaff-segstat.vavati032@relstat-segstat.va

CONGREGAÇÃO PARA A DOUTRINA DA FÉ

Eminência Reverendíssima Dom Gerhard Ludwig Müller
Palazzo del Sant’Uffizio, 00120 Città del Vaticano
E-mail: cdf@cfaith.va – Tel. 06.6988-3438 Fax: 06.6988-5088

CONGREGAÇÃO PARA O CLERO

Eminência Reverendíssima Dom Beniamino Stella:
Piazza Pio XII, 3 00193 – Città del Vaticano – ROMA
Tel: (003906) 69884151, fax: (003906) 69884845
Email: clero@cclergy.va (Secretário)

SUPREMO TRIBUNAL DA ASSINATURA APOSTÓLICA

Eminência Reverendíssima Dom Raymond Cardeal Leo Burke.
Piazza della Cancelleria, 1 – 00186 ROMA
Tel. 06.6988-7520 Fax: 06.6988-7553

CONGREGAZIONE PER IL CULTO DIVINO E LA DISCIPLINA DEI SACRAMENTI

Eminência Reverendíssima Dom Antonio Cardeal Cañizares Llovera, Prefeito desta egrégia Congregação, Palazzo delle Congregazioni
Piazza Pio XII, 10
00120 CITTÀ DEL VATICANO – Santa Sede – Tel. 06-6988-4316 Fax: 06-6969-3499
e-mail: cultidiv@ccdds.vavpr-sacramenti@ccdds.va

* * *

Fotos da Missão de Ipatinga, com os bravos resistentes. Não se iludam, eles não serão os únicos. 









  

De Non Possumus: EL OBISPO DE IPATINGA, BRASIL, PERSIGUE A LA RESISTENCIA



"Bienaventurados seréis cuando os aborrezcan los hombres, y cuando os excomulguen, y os insulten, y desechen vuestro nombre como malo, por causa el Hijo del hombre" Lucas 6, 22.

Obispo Gubiotti




RESPUESTA DEL R.P. CARDOZO

Ipatinga 30 de Dic. 2014

“No creáis que he venido a traer la paz sobre la tierra. No he venido a traer paz, sino espada.” San Mateo X, 34.

Sr. Obispo Marco A. Gubiotti.

Enterado de una carta pastoral leída en las parroquias de su diócesis, me permito contestar ahora a la misma que adolece de varios errores, sea de formación, sea de información, no le excusan dado el cargo que Ud. Detenta. Es cierto lo que dice sobre el Conc. Vat. II y que este mudó la actitud de la Iglesia, sobre la liturgia y la pastoral, mas olvidó que la tal mudanza afectó la doctrina misma, inoculando los errores MODERNISTAS, del ecumenismo, libertad religiosa, colegialidad, contradiciendo el Magisterio de la Iglesia y sus mismos cimientos, Sagrada Escritura y Tradición. Otro error es el de “dogmatizar “al tal Concilio cuando los Papas Juan XXIII como Paulo VI, insistieron en que era sólo PASTORAL, por tanto cualquier católico podía o no seguirlo sin que eso afecte su unión con la Iglesia. Pretender imponerlo como un dogma más, es un abuso, máxime cuando el obedecerlo pone en riesgo el tesoro de la FE. Esto respecto a su formación. 

Sobre su in-formación, le quiero aclarar que nos, no tenemos nada que ver con la actual dirigencia de la Fraternidad San Pio X, si en cambio, seguimos el ejemplo del que fuera su Fundador, Monseñor (no cardenal como Ud. lo designa) Marcel Lefebvre, el valiente obispo que tuvo el singular honor de ser inválidamente “excomulgado” por un excomulgado, y además por ser fiel al Magisterio de la Iglesia de siempre que nada tiene que ver con la Iglesia “post-Conciliar”, como vosotros mismos se auto titulan, iglesia nueva surgida a partir de “dogmatizar “ el CV II, como antes dijimos.

Las almas que integran la Asociación San Atanasio y la Misión Xto. Rey son simplemente Católicos, “…que no quisieron mudar su actitud de Católicos…” (Como testifica su carta), ellos quieren seguir siéndolo, por esto, piden una Misa Católica y no ecumenista y desacralizada como Uds. les ofrecen, piden los sacramentos, como por ejemplo la confesión, que Uds. niegan no pocas veces, piden la doctrina inmutable y UNA de la Iglesia y no las enseñanzas particulares de cada sacerdote, que niegan abiertamente dogmas de FE, tales como negar la existencia del infierno, del demonio, del bautismo para salvarse, de la presencia Real y sustancial de Ntro. Señor en la Eucaristía, el valor sacrificial y propiciatorio de la Sta. Misa y no rebajar la misma a una mera fiesta o cena, donde la sacralidad brilla por su ausencia… y esto sin tocar el plano moral de sus pastores que como Ud. bien sabe es más que degradante. Al final de su misiva pide que no se participe de nuestros actos de culto, pues quedarían fuera de la Iglesia, ¡qué extraño ecumenismo el vuestro!?...cuando Uds., Incluso el mismo Papa Francisco participan de cultos con falsas religiones, será que aún siguen participando de la Iglesia Católica?

Por todo lo dicho, nosotros seguiremos católicos mientras Uds. Sigan “mudando su actitud de católicos (¿?)”…lo cual es una contradicción, pues si tenemos un Dios, Uno y Trino, que no muda…cómo nos podemos mudar??...y seguir siendo Católicos?!!...Será que Uds. tienen otro dios?... "el cielo y la tierra pasarán, pero mis palabras no pasarán" (Mr. 13-31).

Para terminar y confiado en su honestidad y justicia, reclamamos para nos, el derecho de réplica y puesto que su misiva fue leída en todas las parroquias de su diócesis, pedimos que esta sea leída igualmente en todas ellas (art. 208 Cod. Penal), para formación e información de sus fieles, otro tanto haremos nos en nuestros medios nacionales y del extranjero. Su carta será también publicada como un ejemplo más de mudanza “católica”.

Atte. En Xto. Rey y María Reina.
                           
                                  P. Ernesto J.J. CardozoEncargado de la Misión Católica Xto. Rey de Ipatinga- M.G., Brasil